Home Política Justiça concede registro da chapa Ronaldo Flores e Pastora Cila a prefeitura da capital

Justiça concede registro da chapa Ronaldo Flores e Pastora Cila a prefeitura da capital

por Redação

A Justiça Eleitoral liberou o registro da candidatura do coronel Ronaldo Flores e da Pastora Cila a prefeitura de Porto Velho em aliança do Solidariedade (77) com o Partido Verde.  A titular da 2ª Zona eleitoral da capital, juíza Fabíola Inocêncio, depois de ouvido o Ministério Público eleitoral, que não apresentou nenhum óbice, deferiu a candidatura, realçando que estão cumpridos todos os requisitos legais para a concessão do registro requerido.

Coronel Ronaldo e Pastora Cila, candidatos do Solidariedade

Ouvido o Ministério Público Eleitoral, que deu pareceres favoráveis, a juíza Fabíola Cristina Inocêncio, titular da 2ª Zona Eleitoral, concedeu nesta quarta-feira, 21, o deferimento à chapa de candidatos a prefeito e vice da coligação “Um Novo Tempo Para Porto Velho” (SOLIDARIEDADE, PV, PSB e PMN), oficializando os nomes do coronel Mauro Ronaldo Flores e da missionária Vilcilene Gil Caetano Melo na disputa pela sucessão municipal.

Nos dois casos, os relatórios da juíza fez constar que “foram juntados os documentos exigidos pela legislação em vigor. Publicado o edital, decorreu o prazo legal sem impugnação. O Ministério Público Eleitoral manifestou-se favoravelmente ao deferimento do pedido”.

Mais adiante a juíza Fabíola Cristina Inocêncio destaca que o candidato a prefeito poderá disputar a eleição com o registro de Coronel Ronaldo Flores, enquanto sua vice como Pastora Cila.

A candidatura de ambos tem o número 77, que identifica o Partido Solidariedade, ao qual é filiado o Coronel Ronaldo, enquanto a sua vice, filiada ao Partido Verde, será identificada na campanha por Pastora Cila.

www.expressaorondonia.com

Related Articles

Deixe um comentário