Home Meio Ambiente Até agosto quase R$ 100 mil em multas são aplicadas por queimadas urbanas, em Vilhena

Até agosto quase R$ 100 mil em multas são aplicadas por queimadas urbanas, em Vilhena

por Mizellen Amaral

(Foto: Semma/Divulgação)

Do início do ano até esta terça-feira (24) a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) de Vilhena (RO) aplicou R$ 102 mil em multas por crimes ambientais. Foram identificados 35 lotes com focos de incêndio somente na zona urbana.

Em Vilhena vários órgão têm responsabilidade em combater as queimadas:

  • O Corpo de Bombeiros é responsável por conter o fogo tanto na zona urbana quanto rural
  • A Polícia Militar Ambiental fiscaliza lotes urbanos e rurais
  • A Sedam faz as autuações da zona rural
  • Já a Semma tem a responsabilidade de autuar os lotes urbanos

Em agosto moradores da cidade relataram que precisaram procurar ajuda médica, com problemas respiratórios, por conta da grande quantidade de fumaça vinda de um incêndio em uma pista de kart.

Segundo a prefeitura, a cidade tem aproximadamente 16 mil terrenos particulares, caso eles estejam sujos também podem ser multados mesmo que não ocorra incêndio. Nessas situações a Secretaria Municipal de Planejamento vistoria o imóvel e lança o débito junto do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).

Onde denunciar queimadas

Corpo de Bombeiros
Telefone: 193 – funciona por 24h para contenção do fogo em lotes urbanos e rurais

Secretaria Municipal de Meio Ambiente
WhatsApp: 98471-2971 – canal funciona das 7h às 13h para autuação em lotes urbanos
E-mail: [email protected]

Sedam
Telefone: 3321-1144 – 7h30 às 13h30 para autuação em lotes rurais

Polícia Militar Ambiental
Telefone: 3321-2129 – 7h30 às 13h30 para fiscalização em lotes rurais e urbanos

Aumento de queimadas no estado

Rondônia registrou 462 focos de queimadas apenas na última segunda-feira (23), conforme dados coletados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) através do satélite de referência. O número é o maior já registrado este ano e 310% maior que o do mesmo dia do ano passado.

Fonte: G1RO

Deixe um comentário