Home Brasil Brasileiros que tiveram auxílio de R$ 600 negado buscam outras rendas

Brasileiros que tiveram auxílio de R$ 600 negado buscam outras rendas

por Redação

Brasil – Em uma tentativa de amenizar a crise econômica gerada pelo novo coronavírus, o governo federal anunciou o auxílio emergencial de R$ 600 aos trabalhadores que perderam renda em decorrência das medidas de contenção à Covid-19. Porém, dos 97 milhões de brasileiros que tentaram o benefício, 32,8 milhões tiveram o pedido negado e vivem um cenário de incertezas, sem conseguir fechar as contas ao fim do mês.

Cristiano Franco (f0to em destaque), de 38 anos, faz parte da estatística dos que ficaram desempregados com a crise e tiveram o auxílio emergencial negado. Ele vive em uma casa no Núcleo Rural de Samambaia (DF) com a esposa grávida, a filha de dois anos, uma sobrinha de três anos, o pai idoso e três irmãos. Todos estão desempregados e somente a esposa conseguiu o benefício.

Para sair do vermelho, Franco tem tentado serviços esporádicos de pedreiro e auxiliar de pizzaiolloo.

“Eu me inscrevi e tive auxílio negado. Tive que continuar fazendo uns bicos de pedreiro durante o dia e cozinheiro à noite. O problema é que eles [patrões] só pagam R$ 40 por dia. Estou tentando juntar pelo menos R$ 70, por conta da minha filha, que já está pra nascer”, desabafou. A segunda menina do casal tem parto programado para o início de junho.

 

Related Articles

Deixe um comentário