Home Destaques Campanha SOS.RO beneficia mães solteiras e famílias carentes na Zona Leste da capital

Campanha SOS.RO beneficia mães solteiras e famílias carentes na Zona Leste da capital

por Redação

PORTO VELHO – Voluntários levaram 25 cestas básicas para a comunidade carente do bairro Jardim Santana, localizado na Zona Leste de Porto Velho. A distribuição contou com o apoio do Grupo Viramundo e atendeu às mães solteiras que tem os filhos amparados pela Creche Comunitária da Tia Lúcia.

Ao todo 42 crianças, entre dois a dez anos, são assistidas pelo projeto. No local elas desenvolvem atividades pedagógicas que envolvem a alfabetização e até mesmo o ensino do idioma espanhol. “Nós atendemos as crianças de pais separados ou com extrema necessidade financeira. Vivemos de doações e alguns pais nos ajudam como podem. Para receber as cestas tem que ser carente, como conheço as famílias e a condição de cada uma facilitou a seleção dos beneficiados”, explica Lúcia Vilhalva Viotto, cuidadora da creche.

Para Fernando César de Oliveira, mais conhecido como Cigano, “quando você é útil a alguém essa é uma satisfação indescritível e isso faz um bem ao nosso espírito”, comenta o conselheiro fiscal do Grupo Viramundo. A instituição é uma das parceiras da Campanha SOS.RO, fundada em 2000 a entidade tem uma característica peculiar das demais entidades filantrópicas: é que inicialmente foi criada para fins de reunião e congraçamento entre motociclistas até passar a desenvolver ações sociais, sendo a principal a distribuição de brinquedos e alimentos. “Em 2008 começamos a organizar um evento encontro de motociclistas denominado Madeira Road, o objetivo é arrecadar brinquedos e alimentos para posterior doação, então apadrinhamos a Creche da Tia Lucia e hoje já estamos na 12ª edição ajudando não só a creche, como também outras instituições e casas de apoio”, explica “Cigano”.

A campanha “SOS.RO: Juntos, somos mais fortes!” é uma idealização da Associação dos Magistrados do Estado de Rondônia (Ameron), Associação dos Membros do Ministério Público (Ampro), Associação dos Membros da Defensoria Pública (Amdepro) e Tribunal de Contas do Estado de Rondônia e tem o apoio de 44 instituições, entre ONGs, empresas e órgãos públicos.

 

 

 

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação – Ameron

Related Articles

Deixe um comentário