Home Geral Como escolher um advogado de divórcio?

Como escolher um advogado de divórcio?

por lucas

Foto: ilustrativa

Para se divorciar, você precisará de um advogado. Portanto, mesmo que a separação seja voluntária e não haja filhos, deve-se contratá-lo, pois ele deverá assinar e acompanhar todo o processo, ainda que ele seja o procedimento de divórcio extrajudicial. Além disso, é muito importante contratar profissionais especializados em direito da família.

O requerimento de um advogado é obrigatório no processo de divórcio. Porém, não se trata de qualquer profissional habilitado para liderar esse processo. Isso porque, o advogado competente no caso em apreço é o advogado especialista em direito da família, ramo do direito que se ocupa diretamente da matéria familiar.

Agora que você já sabe o ponto principal a se levar em conta na hora de escolher um advogado de divórcio, vamos conferir outras informações para contratar um bom profissional.

Escolha um profissional que foque no extrajudicial:

Atualmente, existem duas formas de divórcio no Brasil: judicial e extrajudicial.

O primeiro é um pouco mais caro e demorado, mesmo sendo amigável. Assim, o divórcio processual é a opção mais cara para um casal, tanto financeira quanto emocionalmente.

Por isso, a melhor opção para um casal é o divórcio extrajudicial, que é feito no cartório de forma mais rápida e barata que a feita no âmbito judicial. Portanto, faz sentido ter um advogado que incentive esse tipo de procedimento, pois é o mais benéfico para os envolvidos.

Escolha um profissional experiente:

Hoje, existem muitos advogados profissionais, a maioria deles especializados em várias áreas do direito.

No entanto, nem todo advogado é especialista em divórcio, por mais simples que o processo possa parecer para quem está de fora. Portanto, não basta ser apenas advogado, é preciso conhecer a especificidade da separação, seus mecanismos e procedimentos.

Um advogado que conhece e tem larga experiência no processo de divórcio já tem uma rotina pronta para agilizar e garantir que seus clientes saiam do processo o mais satisfeitos possível.

Escolha um profissional experiente em mediação:

Idealmente, um casal em processo de separação gostaria de evitar o tribunal a todo custo, mas às vezes uma das partes envolvidas não deseja o procedimento em cartório devido a tristeza emocional ou desacordo com a divisão de bens, preferindo levar o caso à justiça.

Embora a pessoa pareça querer adotar tal atitude, ela acabará se arrependendo devido ao custo emocional e financeiro da decisão.

Portanto, um bom advogado especializado em divórcios, com especialização em mediação, pode agir de forma a tentar fazer com que o casal encontre um caminho que seja aceitável para ambos. A ideia é solucionar o problema que faz com que um dos membros do casal, que se recusa a se divorciar em cartório, mude de ideia para que todos ganhem.

Converse com mais de um profissional antes de escolher:

É muito importante que você escolha o advogado de divórcio certo para o seu caso, a fim de garantir que ele seja tratado da melhor maneira possível. Portanto, você não precisa decidir já na primeira opção que aparecer.

Converse com mais advogados, ouça suas opiniões sobre o seu caso, veja como funciona o pagamento e valores, e decida cuidadosamente qual advogado é melhor para você.

Por: Lucas Martinatto

Related Articles

Deixe um comentário