Home Política Deputado cobra agilidade na análise do pagamento do auxílio emergencial

Deputado cobra agilidade na análise do pagamento do auxílio emergencial

por Redação

Nesta terça-feira (05), o líder do Podemos na Câmara, deputado federal Léo Moraes (PODE-RO), se manifestou no plenário a respeito da necessidade de que os recursos destinados a Estados e Municípios, para enfrentamento do Coronavírus, sejam bem utilizados. O deputado mostrou preocupação com o congelamento de salários de servidores da saúde, da segurança e da educação, e cobrou agilidade na análise do auxílio emergencial.

Sessão Extraordinária

“O auxílio emergencial tem se transformado em auxílio humilhação. Milhares de beneficiários estão enfrentando filas quilométricas para conseguir o dinheiro”, protesta. Além disso, há relatos de problemas para gerar código para saque e de problemas graves na utilização do aplicativo para movimentação do dinheiro, dentre outras situações. Diante disso, o parlamentar apresentou o Projeto de Lei 2337/2020, com o objetivo de acelerar o processo.

De acordo com a proposta, o prazo máximo para a análise e concessão do benefício deve ser de dez dias, a contar da data de cadastramento. Para Léo Moraes, o período de calamidade pública em razão da pandemia exige a pronta atuação do Estado. “A população de uma forma geral será atingida por essa crise econômica. Todavia, as camadas mais pobres sentirão esse impacto de forma mais intensa. O auxílio foi criado como uma forma de ajudar as pessoas, não para causar problemas para elas”, afirmou.

Na última semana, Léo Moraes também protocolou documento na Dataprev, solicitando explicações a respeito dos problemas relatados. Também na tarde desta segunda-feira (04), ele também foi pessoalmente ao Ministério da Cidadania. “Há pessoas indo para as agências às 20h de um dia para serem atendidas no outro dia, depois do almoço. Isso é crueldade”, disse o deputado.

 

 

 

Fonte: Assessoria

Related Articles

Deixe um comentário