Home Geral Em Vilhena, colégio particular suspende aulas após confirmação de caso suspeito do novo Coronavírus

Em Vilhena, colégio particular suspende aulas após confirmação de caso suspeito do novo Coronavírus

por Redação

Foto: Semcom

O Colégio Professor Vanks divulgou uma nota neste domingo, 15, informando que as aulas estão suspensas. A ação foi tomada após a confirmação de um caso suspeito do novo coronavírus (Covid-19) entre os alunos.

O comunicado foi divulgado por meio de nota oficial, pelo diretor da instituição de ensino, Vanks Palhano de Macedo. Não há informação de quando as atividades serão retomadas.

Na manhã deste domingo, 15, autoridades na área de saúde e educação, além do prefeito Eduardo Japonês e vereadores, confirmaram durante uma coletiva de imprensa, o primeiro caso suspeito da doença na cidade.

Trata-se de um menino de 11 anos que recentemente voltou dos Estados Unidos (EUA). Ele, conforme os médicos apresentou os sintomas da gripe, mas garantem que está em isolamento e já vem sendo acompanhado. A equipe médica também já iniciou a coleta de amostras do material que serão encaminhadas para análise ao laboratório.

VEJA A NOTA DIVULGADA PELO VANKS:

Nota de Esclarecimento:

Um dos alunos do Colégio Professor Vanks apresentou sintomas de gripe esse final de semana, após retornar de viagem aos EUA. Seus pais imediatamente procuraram orientação de médicos, como exige essa situação. Como é do conhecimento de todos, o mundo inteiro está acompanhando a ação do vírus Covid – 19 e se faz necessário em casos como esse, a realização de exames e quarentena da família. Por prevenção e zelo, o Colégio Professor Vanks suspendeu suas aulas e irá aguardar o desenrolar dos fatos e resultado dos exames efetuados, sempre orientado pelas autoridades da área de saúde que acompanham o caso. O que nos resta a fazer é orar para que os exames indiquem apenas uma gripe comum. Nesse momento o que precisamos é manter a calma e agirmos com bom senso.

AÇÃO MUNICIPAL

Como forma de prevenção, o Hospital Regional de Vilhena (HRV) suspendeu por 30 dias as visitas na unidade, mas os acompanhantes que forem necessários continuarão tendo acesso ao hospital. Servidores foram preparados nas unidades básicas para atender aos possíveis casos que venham a surgir.

“Estamos recebendo muitas ligações e verificando todos os casos. São cinco páginas de questões a serem respondidas para classificar um caso como suspeito e estamos sendo rigorosos no controle disso. O momento é de alerta para cuidarmos individualmente de nossa higiene e saúde”, explica Afonso Emerick.

As recomendações de prevenção envolvem abrir janelas em todos os ambientes, lavar as mãos com frequência, ter boa alimentação e ingerir bastante água, evitar aglomerações, evitar consumo de líquidos de maneira compartilhada, evitar contatos próximos com estranhos, preferir sucos de limão, laranja ou acerola.

“Quem está com sintomas de gripe deve usar máscara, pois pode transmitir o vírus. Os idosos são os mais ameaçados, e também aqueles que têm hipertensão, tabagistas, diabéticos ou doenças respiratórias”, explica o diretor clínico do Hospital, André Oliveira.

Ainda que em Rondônia haja poucas máscaras disponíveis, o estoque da Secretaria Municipal de Saúde de Vilhena é adequado para lidar com a situação por várias semanas.

A rede municipal de Educação informou que está retirando os alunos com gripe das aulas, evitando filas e orientando pais e famílias sobre cuidados necessários. “Nós já estávamos em alerta desde os casos de meningite, surgidos recentemente. Temos álcool em gel em muitas delas e também vamos promover a disseminação das informações de alerta”, explica Vivian Repessold, secretária municipal de Educação.

Para ajudar a tirar dúvidas sobre o covid-19 foram disponibilizados telefones dos Postos de Saúde da cidade:

UBS Afonso Mansur 3321-5600

UBS Carlos Mazala 3322-6512

UBS Cristo Rei 3322-9666

UBS São José 3321-1578

UBS Industrial 3322-9321

UBS João Luiz 3321-5816

Related Articles

Deixe um comentário