Home Destaques Equipe de Jaime Lerner vem a Vilhena para apresentação final de projetos para subsidiar o Plano Diretor da cidade

Equipe de Jaime Lerner vem a Vilhena para apresentação final de projetos para subsidiar o Plano Diretor da cidade

por Redação

Evento é no Ifro, nesta quinta-feira, às 19h30, com entrada franca

 

Os moradores interessados no futuro da cidade poderão conhecer em detalhes os projetos para Vilhena da equipe do escritório mundialmente reconhecido do arquiteto e urbanista Jaime Lerner nesta quinta-feira, às 19h30, no auditório do Ifro (Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Rondônia). O evento é aberto à comunidade e revelará o planejamento de longo prazo que os especialistas estão fazendo em parceria com a Prefeitura de Vilhena, a fim de ordenar o crescimento da cidade nas próximas décadas com base em estudos técnicos amplos.

 

“Obras que duram pouco, mal feitas ou realizadas às pressas são um problema crônico na política de forma geral. Em Vilhena temos vários exemplos disso no passado também, porém, para que isso não aconteça, é necessário que o administrador tenha a seu dispor estudos de bons especialistas que ajudem-o a planejar a cidade por vários anos ou décadas à frente. O antigo ‘Buracão da Curitiba’, que vai receber obras ainda por alguns meses para estar todo recuperado, envolve gastos de vários milhões hoje porque o problema não foi previsto mais de 10 anos atrás. O planejamento é necessário e urgente”, explica o prefeito Eduardo Japonês.

 

O arquiteto e urbanista Paulo Kawahara, chefe da equipe do escritório Jaime Lerner, esteve na cidade várias vezes e lembra que esta é a terceira apresentação dos estudos que estão fazendo. “Já apresentamos ao público nosso trabalho em fevereiro de 2019, no auditório da Prefeitura. Depois, novamente na 1ª Rondônia Rural Sul, em julho do mesmo ano. Agora, nesta terceira apresentação pública final, queremos mostrar aquilo que foi considerado como norte para o crescimento da cidade ao longo das próximas décadas, independente de qual gestão estiver na Prefeitura, já que estes estudos servem de base para o Plano Diretor, que é uma lei”, revela.

 

A equipe é formada também pelos arquitetos e urbanistas Felipe Guerra, Debora Ciociola e Laís Oliveira. Há mais de um ano os especialistas fazem visitas a vários pontos da cidade, realizando pesquisas de solo, história, cultura, economia, turismo, logística, tecnologia, agricultura, meio ambiente, entre outros. Todo esse conhecimento permitiu que o futuro da cidade, em seus principais eixos, pudesse ser traçado na pesquisa que será apresentada nesta quinta-feira.

 

“É importante lembrar que nossos estudos são, sim, planejamentos de longo prazo. Assim, quando, daqui 20 ou 30 anos, algum prefeito ou governador desejar construir algo na cidade, haverá um Plano Diretor que já delimita bem o que pode e o que não pode ser feito. Esse estudo evita que as cidades cresçam desordenadamente, o que aconteceu por muitas décadas em Vilhena, como observamos em bairros erguidos sem infraestrutura, erosões formadas por obras mal pensadas e danos ambientais difíceis de resolver hoje devido ao avanço da zona urbana nas áreas verdes sem o devido cuidado técnico”, explica Laís.

 

 

Assessoria

Related Articles

Deixe um comentário