Home Policial Indigenista morre com uma flechada no peito, vítima do conflito que tentava evitar

Indigenista morre com uma flechada no peito, vítima do conflito que tentava evitar

por Redação

Num ataque surpresa, índios isolados da região do rio Cautário, município de Seringueiras, matou com uma flechada no peito o coordenador da Funai na área, o indigenista Rieli Franciscato. O incidente ocorreu nesta quarta-feira, 9, em ataque dos índios conhecidos como “Isolados do Cautário”, em um sítio na zona rural de Seringueiras.

O grupo é conhecido como isolados do Cautário, nome de um rio da região e Funai sabia da existência do grupo desde os anos de 1990

É um fim trágico para um agente público que estava exatamente mediando uma solução para evitar um choque entre indígenas e agricultores da região. Rile trabalhava na Funai há cerca de 30 anos e atualmente era coordenador da Frente de Proteção Etnoambiental Uru-Eu-Wau-Wau.

Os índios teriam aparecido de surpresa, na manhã desta quarta-feira, 9, em uma residência no quilômetro 20 da linha Seis, onde Riele foi atingido com uma flechada no peito

A Polícia Militar que estava dando apoio à Funai ainda quem socorreu Rieli ao hospital municipal de Seringueiras, mas ele morreu antes de chegar ao atendimento.

Com informações da Flha/UOL e Folha do Vale

Related Articles

Deixe um comentário