Home Saúde INDIGNADO: Secretário estadual de Saúde grava vídeo e lamenta festa promovida em Porto Velho

INDIGNADO: Secretário estadual de Saúde grava vídeo e lamenta festa promovida em Porto Velho

por Redação

Foto: Vídeo/Reprodução

O secretário estadual de saúde, Fernando Máximo, gravou um vídeo nesta segunda-feira (13), manifestando a sua decepção sobre a irresponsabilidade de pessoas que fizeram uma festa em Porto Velho no sábado (11). Entre os convidados estavam pacientes que descumpriram a ordem de quarentena por contágio com o novo coronavírus.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (Sesau), a festa reuniu cerca de 30 pessoas, que testaram positivo para a doença, entre elas três diagnósticos de Ariquemes e um de Porto Velho.

– Estou muito decepcionado para não dizer revoltado. Hoje identificamos vários casos positivos de coronavírus em Porto Velho. Foi feita uma investigação e descobriu-se que essas pessoas estavam numa festa, ou seja, não estavam trabalhando, não estavam querendo levar o pão para casa, na verdade estavam se divertindo e colocando em risco a vida delas e a sua vida que está aí guardando a quarentena seguindo o decreto do governador – disse Fernando no vídeo.

Conforme o secretário, a pasta dele está encaminhando para a investigação policial e possível responsabilização criminal de cada uma das pessoas que estiveram na festa na capital.

– Não adianta nada o governador Marcos Rocha, a secretaria do estado de saúde estar trabalhando dia e noite em prol da sua saúde e pessoas descumprindo o decreto, não fazendo aquilo que tem que ser feito. Isso é muito grave e eu vou parafrasear o ministro mandetta: “Essas mesmas pessoas que estavam nessa festa, possivelmente daqui a pouco, estarão criticando o sistema de saúde, quiçá, precisando de um respirador mecânico”, – explicou.

No final do vídeo, o secretário disponibilizou o número 190, como um disk denúncia, para que a população ao detectar alguém fazendo festa ou reuniões com muitas pessoas denuncie para as autoridades responsáveis.

– Eu, você, nós rondonienses temos que ter responsabilidade social. Só unidos vamos vencer esse vírus. Que Deus nos abençoe e nos livre dessa pandemia – concluiu no vídeo.

Assista ao vídeo:

FALA DO GOVERNADOR

Quem também se pronunciou sobre a festa, foi o governador de Rondônia, Marcos Rocha. Segundo ele, o ato é considerado como “irresponsabilidade”.

– Várias pessoas que participaram desta festa irresponsável já são casos confirmados de contaminação – relatou.

De acordo com Marcos Rocha, o governo estadual está fazendo o máximo para conseguir abrir o comércio de forma gradual e responsável. Segundo o governador, ele sabe que as pessoas estão precisando trabalhar.

– Ajustamos o Decreto Estadual e procuramos aperfeiçoá-lo diariamente para que mantenhamos a economia girando, aliada a um cuidado imprescindível na saúde neste momento. Por isso, o comércio precisa adotar rígidas medidas de prevenção, pois o risco é real. Devemos tomar cuidados sanitários máximos para que não aconteça em Rondônia o que está acontecendo nos EUA, na Itália e em outras partes do mundo – disse o governador do Estado.

Related Articles

Deixe um comentário