Home Política Justiça recebe ação civil pública contra ex-presidente da Câmara Municipal de Vilhena

Justiça recebe ação civil pública contra ex-presidente da Câmara Municipal de Vilhena

por Redação

O Ministério Público (MP/RO) moveu ação civil pública de improbidade administrativa contra o ex-presidente da Câmara de Vilhena  Antônio Marco de Albuquerque, o Marcos Cabeludo.

A juíza de Direito Kelma Vilela de Oliveira, da 2ª Vara Cível daquela Comarca, recebeu a denúncia pontuando, entre outros pontos, o seguinte:

“Com efeito, julgo que há nesse momento processual, elementos probatórios idôneos sobre a ocorrência (verossímil) do ato de improbidade administrativa imputados ao requerido”.

Em seguida, anotou:

“Os fatos que deram ensejo à Ação Civil Pública por Improbidade Administrativa merecem análise acurada como forma de restar ou não comprovada e existência de atos que impliquem em efetivo prejuízo ao erário”.

O MP/RO busca o reconhecimento de ato de improbidade administrativa, correlato ao crime tipificado no art. 359-G do Código Penal, praticado, em tese, por Marcos Cabeludo, “ao argumento de que no período compreendido entre julho e dezembro de 2012, de forma livre e consciente, autorizou e executou atos que acarretaram o aumento da despesa total com pessoal do Município de Vilhena”.

Isto,  “sendo certo que tal período correspondia aos 180 dias anteriores ao final de seu mandato de Vereador e Presidente da Câmara Municipal local, atentando assim contra os princípios da legalidade, impessoalidade, eficiência e moralidade”.

A despeito de a decisão de recebimento ter sido proferida em novembro de 2019, esta só foi publicada no Diário Oficial desta sexta-feira (28).

Related Articles

Deixe um comentário