spot_img

Lenha na Fogueira – Zé Katraca ‘lambe a cria’ nos 39 anos do biólogo, cantor e compositor Silvinho

Sua primeira composição aconteceu quando ele estava com apenas 6 anos de idade e foi justamente um samba que falava da vida que eu levava à época

Zé Katraca

PORTO VELHO – Ontem dia de Nossa Senhora do Carmo, foi um dia muito importante para mim. Há 39 anos, nascia meu querido filho Silvio José Menezes dos Santos. O tempo foi passando e a veia musical do menino foi aumentando e quando dei por mim, estava com um músico, cantor e compositor dentro de casa. Na realidade sua primeira composição aconteceu quando ele estava com apenas 6 anos de idade e foi justamente um samba que falava da vida que eu levava à época.

**********

Acontece que naquele tempo eu era o líder do Grupo de Samba/Pagode da Escola de Samba Os Pobres do Caiari e só chegava em casa aos sábados pela manhã.

Certa vez quando cheguei por volta das 8 horas da manhã, Silvinho me recebeu cantando: “Amanheceu o dia já raiou, você já pagodeou…”

**********

Era um samba que para a idade dele, considerei a melodia como boa. Pra ser sincero nunca aprendi a letra toda, mas, de vez em quando a gente cantava o samba junto. Foi a primeira composição dele.

**********

Felizmente ele não embarcou na “CANOA” do samba, enveredou pela música Pop e outros ritmos, depois foi estudar violão primeiro com o grande Papai Genésio e depois na Escola de Música Jorge Andrade e de lá saiu para o mundo.

**********

Disse que não ‘enveredou’ pelo Samba, mas, me enganei. Junto com alguns colegas criou o “Grupo Curtição” que se apresentava cantando Samba/Pagode nas casas noturnas. Legal foi que fizeram sucesso.

**********

Depois disso, classifiquei a música “Trem Fluvial”, no 1º Festival SESI Música e pedi para o Silvinho defender no dia da apresentação. Resultado, fomos classificados em 1º lugar e com a missão de representar Rondônia no Festival Nacional que aconteceu em Brasília.

***********

Fui junto com ele para a capital Federal e lá a música foi muito bem aceita.

*********

No dia da final, mais de 5.000 pessoas sentadas nas poltronas do Centro de Convenções de Brasília e outro tanto pelos corredores, o apresentador do Festival era nada mais nada menos, que o Gabriel Pensador que não sei porque, gostou do jeito do Silvinho cantar e no júri tinha gente como Kiko Zambianki, Tetê Spíndola e outros nomes da música brasileira entre maestros, cantores e compositores.

**********

No final, a contagem apontou EMPATE no terceiro lugar entre nossa música e a música que estava representando o PIAUI, fomos para o desempate e o PIAUI venceu e nós ficamos com o quarto lugar, entre os representantes de todos os estados brasileiros.

**********

Para nossa surpresa, na ora da premiação o Gabriel Pensador anunciou o Silvinho como “MELHOR INTERPRETE” do Festival. O troféu até hoje está em lugar de destaque na galeria de troféus do Silvinho.

**********

Esse ‘moleque” completou ontem 39 anos, continua fazendo sucesso como interprete musical e como professor de Biologia no governo estadual. Está fazendo mestrado e vai muito bem.

**********

Faltou dizer que tem três CDs gravados sendo um com toada de Boi Bumbá com um detalhe, a maioria das músicas gravadas são de sua autoria.

**********

PARABÉNS SILVINHO!

**********

Pra não dizerem que estou com nepotismo… Ontem também foi o aniversário do meu amigo jornalista/compositor Adaídes dos Santos popularmente conhecido como DADÁ. PARABÉNS!

Related Articles

DEIXE UMA RESPOTA

Entre com seu comentário novamente
Por favor, entre com o seu nome aqui

spot_img

Últimas notícias