Home Destaques MP discute implementação da Patrulha do Fogo com Corpo de Bombeiros em Pimenta Bueno

MP discute implementação da Patrulha do Fogo com Corpo de Bombeiros em Pimenta Bueno

por Redação

O Ministério Público de Rondônia realizou na última terça-feira (14/07) reunião virtual com representantes da Unidade Corpo de Bombeiros de Pimenta Bueno para discutir ações de controle à prática de queimadas nas áreas urbana e rural daquele município. Como resultado do encontro, ficou definido que uma das medidas implementadas será a instalação da chamada Patrulha do Fogo, que deverá percorrer áreas com maior incidência do problema para autuação de infratores.

O encontro ocorreu por meio da Plataforma Microsoft Teams e teve a condução do Promotor de Justiça André Luiz Rocha de Almeida, que falou do trabalho que o Ministério Público e demais órgãos vem fazendo ao logo de anos para a conscientização da população sobre os danos provocados pela prática de queimadas irregulares.

Na ocasião, o Comandante da Unidade, Tenente Márcio Bueno Leite, falou do Plano de Ação desenvolvido pelos Bombeiros para o período de seca na região, que foi denominado como Verde Rondônia. Conforme esse planejamento, serão realizadas campanhas educativas e implementadas ações repressivas pela Patrulha do Fogo. A ideia é que equipes da corporação, juntamente com integrantes de órgãos ambientais, percorram áreas com maior incidência de fogo, atuando de maneira integrada.

Com o objetivo de fortalecer o trabalho realizado pela corporação, o Promotor de Justiça estabeleceu alguns encaminhamentos, dentre os quais medidas relacionadas à destinação de recursos decorrentes de transações penais por queimadas.

Também acompanharam a reunião, a S Ten BM Alesandra Paula Ferreira e o assistente de Promotoria, Rafael Pozza.

A Promotoria de Justiça de Pimenta Bueno tem procedimento para acompanhar as ações objetivando o enfrentamento e o combate às queimadas urbanas e rurais, no Município de Pimenta Bueno, registrado no n° 2020001010006117.

 

 

 

 

 

Fonte: Departamento de Comunicação Integrada (DCI/MPRO)

Related Articles

Deixe um comentário