Home Polícia No Orgulho do Madeira, Polícia Militar prende 22 dos 26 foragidos que queria recapturar

No Orgulho do Madeira, Polícia Militar prende 22 dos 26 foragidos que queria recapturar

por Por Assessoria

Desde as primeiras horas desta quarta-feira (02), o 5º Batalhão da Polícia Militar, a Sejus, o Grupo de Ações Táticas Especiais (GAPE) e o setor de monitoramento de apenados realizaram a operação “Pacatae”, na zona Leste de Porto Velho, com foco especial no residencial popular Orgulho do Madeira.

Esta é a terceira fase da operação, que tem como principal objetivo retirar membros de facções criminosas e apenados que descumprem ordens judicias e que agem na região mais populosa da capital de Rondônia. Segundo o comandante do 5º Batalhão, major Renato Suffi, o balanço foi positivo:

– Condução de 22 dos 26 alvos pré-estabelecidos (recolhimento ao sistema);

– Três presos em flagrante delito;

– 21 cartuchos calibre 38;

– Uma munição calibre 20;

– Um revólver calibre 38;

– Uma espingarda calibre 20;

– R$ 4.199,00 (quatro mil, cento e noventa e nove reais) de origem duvidosa e 60 chips telefônicos de origem duvidosa.

Foram utilizados 72 policiais militares e penais, 22 viaturas e até um drone na atividade, que não para hoje. “Retiramos de circulação dezenas de pessoas que vivem à margem da Lei. São 26 alvos de uma operação conjunta do 5º Batalhão da PM, Sejus, GAPE e monitoramento trazendo paz para a zona Leste.

O Orgulho do Madeira é uma área controlada sim, onde as pessoas podem viver em paz. Nossa função é manter esse local digno para se viver. Essa é a terceira fase dessa operação, que não vai parar por aqui”, afirmou o major Suffi.

O nome da operação é uma referência ao termo em latim que significa pacificação, restabelecimento da paz.

Texto: Felipe Corona – Fotos: reprodução de vídeo/Paulo Motta.

Related Articles

Deixe um comentário