Home Artigos Os jovens Alex Palitot e Vinícius Miguel viram objetos de cobiça dos políticos tradicionais

Os jovens Alex Palitot e Vinícius Miguel viram objetos de cobiça dos políticos tradicionais

por Redação

Sérgio Pires

OPINIÃO DE PRIMEIRA – Enquanto o quadro sucessório em Porto Velho continua nebuloso, sem se ter certeza de quem será ou quem não será candidato; quem tem voto e quem não tem; quem tem chances reais e os que vão entrar só para participar, há ao menos dois nomes quentíssimos, entre os que ainda são novos na nossa política, que estão se dando bem entre o eleitorado. Um deles não sabe ainda o que será, mas já decidiu o que não será. O outro está recebendo convites e estudando se vai aceitar ou não algum deles. Vamos começar pelo candidato ao Governo que, na última eleição foi o mais votado em Porto Velho. Vinicius Miguel ainda não decidiu definitivamente se concorrerá à Prefeitura, mas já tem uma certeza: não será, em hipótese alguma, candidato a vice em uma chapa, mesmo com todos os convites que já recebeu. E foram muitos…Se não concorrer, o jovem professor e advogado vai investir mesmo na sua carreira universitária, onde é um mestre de sucesso. Ser o futuro reitor da Unir não estaria fora dos seus planos. Caso optasse pela política, Vinicius teria chances reais. Praticamente desconhecido, disputou o Governo do Estado, em 2018, contra pesos pesados da política. E foi o campeão de votos na Capital. Há um grande eleitorado que certamente gostaria de votar nele novamente. Ao que parece, contudo, Vinicius vai mesmo deixar de lado a política partidária, ao menos por enquanto. Decisão final dentro de algumas semanas.

O outro também é campeão de votos. O professor Aleks Palitot, ao assumir seu primeiro mandato como vereador, foi o mais votado em Porto Velho, bem à frente dos demais concorrentes. Agora, pesquisas informais que andam sendo feitas seguidamente pela cidade (uma delas, realizada praticamente todos os meses, é produzida pela equipe do deputado Aélcio da TV), o colocam como o vereador preferido do eleitorado, em todas as regiões da cidade. Aélcio é do PP; Aleks do PDT, portanto, não há interesse algum de criar um factoide em cima de pesquisas que são realizadas de forma corriqueiras, ainda mais para valorizar um adversário. Portanto, aos números dela deve se dar crédito. Não é de graça, portanto, que ele tenha sido procurado por pelo menos cinco pré-candidatos à Prefeitura, todos lhe oferecendo a função de vice, em suas chapas. Pesos pesados das urnas e nomes novos na nossa política estão vendo em Palitot o parceiro ideal para outubro. Um deles, aliás, que já enviou emissários para convidá-lo, é, ainda hoje, seu adversário político. Os bastidores da eleição de outubro na Capital esquentam. Vinicius Miguel e Aleks Palitot são, portanto, nomes que estão na boca dos pré-candidatos e do povão. O que decidirão? E quem, lá na frente, na hora do vamos ver, entrará mesmo na corrida pela cadeira de Hildon Chaves? Em poucas semanas, as coisas começam a ferver…

GOVERNO E PM CONTINUAM CONVERSANDO

Continuam as conversações entre o Governo do Estado e representantes dos Policiais Militares, em relação ao pedido de reajuste salarial. Os policiais falam em reposição salarial, mas a verdade é que o pedido é por aumento mesmo, coisa, aliás, que a Polícia Militar sempre merece, mesmo que hoje já receba, no Estado, o 11º maior salário do país, entre as 27 unidades da Federação. As tratativas são a portas fechadas, mas sabe-se que já houve uma oferta de reajuste de até 8 por cento para a categoria, mesmo que esse percentual implicasse em pesado custo para os cofres do Estado. No geral, as negociações permeiam o bom senso e a paz, mas não é exagero dizer que há, entre algumas lideranças dos policiais, quem prefira que não aconteça um acordo. Quem conhece o assunto, sabe do que está falando. Na tarde desta terça, as propostas encaminhadas pelo Palácio Rio Madeira/CPA começaram a ser analisadas pelas entidades que representam a PM. Até à noite, não havia ainda uma definição ou alguma novidade sobre o assunto. As reuniões devem continuar nos próximos dias.

RONDÔNIA RECEBEU PRESIDENTE INTERINO

Rondônia recebeu nesta terça o Presidente da República, que responde interinamente pelo cargo, enquanto o titular, Jair Bolsonaro, continua sua viagem pelos Estados Unidos. O General Hamilton Mourão veio ao Estado para falar sobre as questões da Amazônia e começar a preparar a pauta da primeira reunião do novo grupo que ele mesmo comanda, sobre a região, que ocorrerá no próximo dia 25. No encontro com o governador Marcos Rocha, com o presidente da Assembleia, Laerte Gomes; com o secretário da Sedam, Elias Rezende; com as presenças da primeira dama, Luana Rocha; do comandante do Corpo de Bombeiros, Coronel Demargli Farias e outras autoridades, foram apresentados a Mourão planos, projetos e propostas de Rondônia para as questões ambientais. Depois do encontro no Palácio Rio Madeira/CPA, Mourão falou com os jornalistas, abordando várias questões sobre os projetos da Comissão da Amazônia; sobre a preocupação do governo com a preservação e combate à invasões e queimadas; sobre as terras indígenas e até sobre regularização fundiária. O vice-presidente vai ouvir governadores de toda a Amazônia, explanando as ações que serão implementadas.

ENFIM, AS DESCULPAS PELO GRAVE ERRO

Enfim, um pouco de razão, sensibilidade e respeito ao público, tanto de parte do médico Dráuzio Varela quanto da Rede Globo, que se desculparam pela enorme burrada que cometeram no programa Fantástico, do último domingo. A emissora mostrou o médico abraçando um transexual, que se queixava de não receber visitas na prisão há quase oito anos. No contexto da matéria, foi informado que os trans que viviam em prisões no Brasil, ali estavam por roubos, assaltos ou crimes menores, quando o programa foi ao ar, com muita gente em todo o país sensibilizada com a história do pobre preso abandonado, veio à tona à verdade: o homossexual, com o nome de Suzi, tinha sequestrado, estuprado e assassinado um menino de nove anos. Dráuzio e a Globo pediram desculpas pelo episódio, tanto à família do menino morto quanto ao público. Enfim, um gesto de grandeza.

ZÉ JODAN E O PRTB: OLHO EM ROLIM?

O PRTB (lembram do Levy Fidélis, aquele que só aparece na mídia quando concorre à Presidência da República e sempre tem votação muito pequena?), agora tem um nome de peso em Rondônia. Isso mesmo! Ninguém menos que o vice-governador do Estado, José Jodan, que deixou o PSL, pelo qual se elegeu ao lado de Marcos Rocha, para comandar a nova sigla. Em aúdio postado nas redes sociais, Zé Jodan já alertou, agora como novo presidente regional do partido, que, aliás, nunca teve representatividade em Rondônia: seu PRTB vai disputar as eleições, mas sem usar um só centavo do dinheiro do Fundo Partidário. Foi mais longe: comunicou que o partido vai estar muito alinhado com o presidente Bolsonaro. Jodan está retornando ao Estado para assumir sua nova missão e já avisou que o PRTB ( o número é 28) vai disputar a eleição municipal em Rolim de Moura. Não disse se será ele ou quem indicará para concorrer à Prefeitura e nem como comporá uma nominata viável de vereadores. Mas que não se subestime Jodan. Ele está tendo grande sucesso na condição de um atuante vice-governador e tem projetos políticos para o futuro sim. A cadeira de Prefeito de Rolim não seria um deles?

LÍDERES CONVIDAM PARA O DOMINGO

Em Vilhena, o empresário Jaime Bagatolli, que se anuncia como o principal líder do Aliança para o Brasil, partido do presidente Bolsonaro, em Rondônia, pretende organizar uma das maiores manifestações que a cidade já assistiu, neste domingo, dia 15, quando acontecerá a mobilização nacional pró- Bolsonaro e contra o Congresso e o STF. Em vídeo, Bagatolli está convocando os vilhenses para o encontro, a partir das quatro da tarde, no centro da cidade. O ex-candidato ao Senado pelo PSL, do qual já se desligou, também está convidando os rondonienses nas 52 cidades do Estado para participarem do grande evento deste domingo. Em Porto Velho, a concentração também será a partir das 16 horas, mas no Espaço Alternativo. O governador Marcos Rocha será o grande líder do encontro. Inclusive ele já fez um chamamento a toda a população, por suas redes sociais.

O CRIME CONTINUA IMPUNE!

Mais violência na (in)segurança pública que domina Porto  Velho e que domina todo o Brasil. Dessa vez, um jovem e seu padrasto foram assassinados dentro de sua casa, por três bandidos armados, que invadiram o lar deles para um assalto. Os dois reagiram e foram baleados pelos  criminosos. Entre eles, claro, um “dimenor”, que vai ficar algum tempo em algum albergue, para ser “protegido’ e, ao completar 18 anos, sairá ileso, sem ficha criminal, como se as vidas humanas que ele tirou não tivessem nenhum valor. O que se torna mais irritante é que, mais de um ano depois de ter assumindo o poder no país, prometendo agir contra essas leis doentias, criadas por amigos de bandidos para proteger bandidos, o presidente Jair Bolsonaro praticamente não fez nada para que essa doença seja extirpada da sociedade brasileira. Aqui e ali ouve-se que há iniciativas para acabar com a tal maioridade penal, por exemplo, mas até agora é apenas papo furado. Mudou um pouco em relação a penas maiores para crimes hediondos, mas praticamente nada além disso. Está na hora do Presidente cumprir suas promessas de campanha nesse sentido e mobilizar sua bancada no Congresso para mudar esse pacote de leis defensoras de criminosos. A população não suporta mais tanta impunidade para o crime!

HILDON DE OLHO NA MADEIRA MAMORÉ

Todos os dias, da janela de seu gabinete no prédio do Relógio, o prefeito Hildon Chaves olha para a área da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, contando os dias para que as obras de revitalização – parceria entre a Prefeitura e a Santo Antonio Energia – fiquem prontas dentro do prazo previsto. Nessa quarta, Hildon desceu as escadas do prédio de onde comanda a cidade, atravessou a rua e foi ver, pessoalmente, como andam as obras. Gostou do que viu. Disse que “as obras vão ser entregues nos próximos meses, e, quando todas estiverem prontas, vão devolver a identidade de Porto Velho”. Com otimismo, o prefeito destacou que tem esperança de que, num prazo aproximado de quatro meses, todo o trabalho esteja concluído. “Estamos acompanhado as obras de revitalização deste que é o principal ponto turístico da nossa Capital e do nosso Estado”. E informou que “estão acontecendo várias frentes simultâneas de serviços no complexo e a pintura dos galpões”. Destacou ainda a construção da praça de alimentação. “Toda a obra já está bem adiantada, com toda a parte de drenagem concluída”. Espera-se que o cronograma todo seja cumprido e, por volta de meados de julho, tudo esteja pronto e entregue às famílias de Porto Velho, do Estado e de todos os recantos, que certamente virão para curtir a grande EFMM…

PERGUNTINHA

Se você fosse membro da família da criança que foi estuprada e morta por um transexual, mostrado na TV como vítima, por não receber visitas na cadeia há oito anos, aceitaria os pedidos de desculpas da Rede Globo e do dr. Dráuzio Varela, por terem omitido a verdade sobre o terrível crime?

Related Articles

Deixe um comentário