Home Geral Profissionais da Vigilância Sanitária compartilham ações e desafios no combate ao coronavírus

Profissionais da Vigilância Sanitária compartilham ações e desafios no combate ao coronavírus

por Redação

Profissionais da Vigilância Sanitária compartilham ações e desafios no combate ao coronavírus

Porto Velho, RO Na manhã da quarta-feira (5), a Gerência Técnica de Vigilância Sanitária (Gtvisa) da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) realizou uma videoconferência com todos os técnicos que atuam na área nos 52 municípios de Rondônia para o compartilhamento de ações e desafios no combate ao coronavírus.

O evento, faz parte da comemoração ao Dia Nacional da Vigilância Sanitária (5 de agosto), instituído pela Lei 13.098, de 27 de janeiro de 2015, que coincide com o dia do nascimento de Oswaldo Cruz, símbolo da história da vigilância sanitária do Brasil.

Os profissionais, de forma on-line, compartilharam experiências do dia a dia à frente das ações de enfrentamento ao coronavírus e a atuação na vigilância sanitária. “ O encontro é um momento de confraternização entre nós. Cada vigilância teve o seu momento para compartilhar com os colegas os desafios e atuações nos municípios”, informou a gerente Técnica de Vigilância Sanitária, Vanessa Ezaki.

De acordo com Ezaki, ainda em comemoração ao Dia Nacional da Vigilância Sanitária, acontece no próximo dia 13, às 17h, um live, por meio da página da Agevisa no Facebook, com o tema “Vigilância Sanitária – proteção à saúde, novas práticas e novos desafios”. Será realizado um breve histórico da vigilância sanitária no Brasil, nos dias atuais e os desafios no combate ao novo coronavírus. “ Este é um dia para comemorar, mas também um momento para refletir. O grande objetivo é conscientizar a população para uma vigilância mais inclusiva e participativa”.

PANDEMIA

Em Rondônia, a Agevisa atua de forma intensa, principalmente com o surgimento da pandemia da Covid-19, que demanda reforço nas ações de controle sanitário, realizando barreiras sanitárias em aeroporto, no porto fluvial e fronteiras com o Acre e Mato Grosso. “Com o apoio das vigilâncias municipais atuantes em barreiras sanitárias de rodoviárias e rodovias, é feita a orientação dos viajantes e a identificação de pessoas com sinais e sintomas gripais para informar à Vigilância Epidemiológica que fará o monitoramento”.

Também conforme prever o Decreto 25.049, é responsável pela elaboração de protocolos sanitários para retomada das atividades econômicas com a elaboração de mais de 60 notas técnicas disponíveis no Portal de Rondônia.

A Gtvisa realizou mais de 35 inspeções sanitárias em hospitais no Estado, avaliando a aplicação dos planos de contingência no combate ao coronavírus.

Fiscais de vigilância sanitária realiza a coleta e verificação da qualidade de alimentos

RESPONSABILIDADES

A vigilância sanitária atua no controle sanitário de medicamentos, alimentos, água envasada, resíduos em saúde, agrotóxicos, cosméticos, saneantes, produtos de higiene e perfumes, equipamentos, produtos hemoterápicos, imunobiológicos, sangue e hemoderivados, cigarros, propaganda de produtos que geram riscos sanitários, produtos que envolvem risco à saúde. “Exerce, ainda, o controle sanitário nos serviços relacionados à saúde, tais como hospitais, clínicas médicas e odontológicas, laboratórios, bem como em instituições de longa permanência para idosos, salões de beleza e estabelecimentos de estética, tatuagens, e tudo mais que esteja relacionado, direta ou indiretamente, com a saúde da população”, explicou a gerente.

A Gerência Técnica de Vigilância Sanitária da Agevisa é responsável pela coordenação estadual e as ações de fiscalização e licenciamentos de estabelecimentos, produtos e serviços de alto risco, podendo ser descentralizados aos municípios mediante pactuação em Comissões Intergestores Bipartite (CIB).

A gerente técnica de Vigilância Sanitária, Vanessa Ezaki, disse que o trabalho conjunto feito entre as vigilâncias municipais e estadual é fundamental para que o Estado siga adiante e garanta efetivamente o direito à saúde da população.

Related Articles

Deixe um comentário