Home Geral Restauração do Museu Casa de Rondon está quase concluída, Semosp e Semtic trabalham para ajustes finais

Restauração do Museu Casa de Rondon está quase concluída, Semosp e Semtic trabalham para ajustes finais

por lucas

Os últimos serviços envolvendo a completa restauração do Museu Casa de Rondon estão em andamento para que a entrega da obra aconteça, em breve. Mais de 95% da reforma já foi concluída pela empresa vencedora da licitação realizada pelo Governo do Estado, e agora a Prefeitura de Vilhena deslocou máquinas para o local para preparar o espaço para receber vilhenenses. Máquinas da Secretaria Municipal de Obras (Semosp) trabalham em ampla limpeza e recuperação das vias de acesso ao marco histórico.

Recentemente a vice-prefeita Patrícia da Glória, o secretário municipal de Turismo, Indústria e Comércio, Adilson Oliveira, o secretário municipal de Obras, Marcelo “Boca”, o secretário municipal de Meio Ambiente, Rafael Maziero, e representantes do Governo do Estado estiveram na Casa de Rondon avaliando os últimos serviços previstos no contrato.

“É um lugar apaixonante que nos inspira e nos dá a dimensão da história de Vilhena, que tem mais de 100 anos. Estivemos sempre preocupados com o andamento dessa obra e ficamos felizes de fazer parte da reativação desse marco para o município, infelizmente esquecido por décadas em gestões passadas”, conta Patrícia da Glória.

Marcelo “Boca” explica os trabalhos que estão sendo realizados no local. “Nossa equipe está fazendo a limpeza e recuperação em todo o entorno do Museu, pintura do alambrado, melhoria da estrada de acesso, aterro e preparo básico do solo para eventual plantio de árvores nativas, bem como limpeza das calçadas e do pátio interno”, conta o secretário municipal de Obras.

Com a liberação do pagamento da última parcela da obra pelo Governo do Estado, a obra caminha para sua conclusão com entrega prevista para início de setembro. “Fruto de um trabalho imenso de vários anos da Prefeitura através de documentos, autorizações, reuniões em Porto Velho, Brasília e solicitações até a Manaus, essa restauração representa muito para o município. Um local onde a cidade vai poder se encontrar consigo mesma, um resgate de nossas origens. A previsão é que a obra seja oficialmente entregue em setembro e a abertura ao público aconteça em novembro”, afirma Adilson.

Por sua vez, Maziero destaca que o local também é lembrado como referência ambiental da região. “Funcionou há muito tempo aqui um zoológico, lembrado por todos. Ele não será reativado, mas vamos investir em uma recuperação da flora no espaço, com plantio de árvores nativas, especialmente um caminho de ipês até a entrada”, revelou o secretário.

PARQUE RONDON – Parte do planejamento do projeto “Vilhena Para o Futuro”, delineado pelos arquitetos e urbanistas do escritório Jaime Lerner, a restauração do Museu Casa de Rondon faz parte de um projeto maior para o local, que criará o Parque Rondon. O planejamento envolve a integração entre a praça-parque da macro-drenagem ao fim da avenida Brigadeiro Eduardo Gomes com a Casa de Rondon. Além disso, o Parque Ecológico deve se conectar aos dois por meio da trilha já existente.

A ser administrado pela Fundação Cultural de Vilhena, o Museu será mais uma entidade da Cultura do município, com exposições permanentes e temporárias, eventos e atrações. Interessados em colaborar na busca pelos utensílios e objetos que estavam no local podem procurar a Fundação das 7h às 13h, na esquina da avenida Tancredo Neves com a avenida Presidente Nasser, ou a Secretaria Municipal de Turismo, Indústria e Comércio, no Paço Municipal, também das 7h às 13h.

Semcom

Related Articles

Deixe um comentário