Home Rondônia Rondônia está prestes a viver o drama da falta de oxigênio, alerta prefeito de Cujubim

Rondônia está prestes a viver o drama da falta de oxigênio, alerta prefeito de Cujubim

por Redação

Assessoria

O prefeito de Cujubim, Pedro Fernandes, alerta para o colapso de fornecimento de oxigênio para os municípios do Estado de Rondônia. A alarmante situação foi repassada ao Município nesta quarta-feira (10), por um fornecedor de oxigênio da cidade de Cacoal.

A pandemia e a complexa situação que o Brasil se encontra, com colapsos no sistema de saúde em vários grandes centros, já chegou a Rondônia. “A falta de leitos de UTI tem deixado muitas pessoas sem chances mínimas de se manterem vivas. E agora, se a ajuda não chegar, teremos ainda a falta de oxigênio”, ressalta Pedro.

 

Em seu alerta a empresa responsável pelo fornecimento de oxigênio para cidade de Cujubim, avisa que se não conseguir insumos, a entrega do produto será suspendida a partir dos próximos 15 dias. “Recebemos esta notícia com muita preocupação. Embora nossa cidade seja pequena, oxigênio é vida, e nossos profissionais já salvaram muitas vidas com esse oxigênio. Recebo essa notícia preocupado também com as demais cidades, que recebem os pacientes de Cujubim e de outras localidades em seus leitos de UTI. Se as fábricas não conseguirem insumos, o colapso será geral”, alerta o prefeito.

A empresa informou que depende de insumos que vem da região Sul, Sudeste e Nordeste do país. São materiais importantes para produção que contém oxigênio, nitrogênio, argônio e CO² líquido, entre outros. Estes fornecedores passaram a não programar mais as remessas desses materiais, o que traz insegurança e dificulta a garantia e continuidade da produção.

No comunicado ao Município, a empresa informou ainda que órgãos estaduais e federais também foram alertados sobre esta situação.

“Estamos em contato com as demais autoridades de nosso estado para buscar ajuda. A situação exige muito mais que este alerta, mas sim da união de todos em busca de alternativas”, finaliza Pedro.

 

Related Articles

Deixe um comentário