Home Saúde São Miguel do Guaporé tem 83 casos de coronavírus nesta terça feira, quase o dobro do total divulgado pelo Governo

São Miguel do Guaporé tem 83 casos de coronavírus nesta terça feira, quase o dobro do total divulgado pelo Governo

por Redação

PORTO VELHO – Segundo relatório divulgado na noite da terça-feira (26), pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), São Miguel do Guaporé tem 46 casos confirmados da Covid-19 e duas mortes.

O que causa estranheza é que o boletim divulgado pela secretaria de Saúde do município na mesma data aponta 83 infectados pela doença. Quase o dobro da Sesau. Quando isso ocorre, a pergunta que ocorre é: os dados da Sesau são confiáveis? Há manipulação ou erros? Ou não há comunicação com as Prefeituras?

Vale relembrar, conforme notícia veiculada pelo expressaorondônia, que no final de março, em plena pandemia do Coronavírus/Covid-19, o Governo do Estado substituiu o diretor-geral do Laboratório Central do Estado (Lacen), um biomédico, pela nora de um deputado estadual, que é advogada e nunca atuou sequer em processos na área da saúde pública.

Após a repercussão negativa na imprensa e redes sociais, a nomeação foi cancelada pelo governador Marcos Rocha e uma pessoa da área da saúde foi selecionada para o cargo. Mas, até hoje não ficou explicado o motivo da escolha da jovem profissional do Direito que tem pouquíssima experiência em cargos públicos ou até mesmo, em processos judiciais.

Situação preocupante

Em São Miguel do Guaporé há um frigorífico da multinacional JBS, que emprega cerca de 2 mil pessoas (cerca de 10% da população). Notícias do município apontam que a maioria dos casos da Covid-19 seria de funcionários da empresa, que não suspendeu as atividades, mesmo com suspeitas da doença.

Para tentar controlar o avanço da doença na cidade, que segundo a Sesau, é a sexta colocada em número de casos, a Prefeitura de São Miguel do Guaporé publicou na quarta-feira (26), o decreto 930/2020, que impõe multa de 80 reais para cada pessoa que não cumprir as regras de prevenção ao Coronavírus, como usar máscaras, evitar fazer exercícios ao ar livre e outras.

Em outra frente, o Mistério Público do Estadual e o Ministério Público do Trabalho, ingressaram com uma Ação Civil Pública com pedido de tutela de urgência, buscando a adequação do frigorífico da JBS.

Entre os pedidos, está a suspensão imediata das atividades da empresas por até 14 dias ou até que a empresa comprove ter cumprido todas as providências recomendadas, como forma de garantir a saúde dos trabalhadores e de evitar uma propagação ainda maior do novo Coronavírus/Covid-19.

Resposta

O expressaorondônia tentou contato com a assessoria de comunicação da Secretaria Estadual da Saúde (Sesau), ainda na noite de terça-feira, mas obteve retorno imediato. Na manhã desta quarta-feira, no entanto. a assessoria informou que o boletim que a Sesau divulga contempla dados colhidos até o meio dia. Os números registrados nos municípios após esse horário fica para o boletim do dia seguinte.

E acrescentou que o próprio boletim traz essa informação: “A Agevisa ressalta que os dados não são lidos e atualizados imediatamente pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs), por isso há atraso (delay) no registro de casos que estão sendo acompanhados diariamente por equipes de saúde nos municípios”.

Related Articles

Deixe um comentário