spot_img

Senado vota MP para agricultores de quatro estados castigados pela seca

O SENADO VAI VOTAR A MEDIDA PROVISÓRIA DE AJUDA FINANCEIRA A AGRICULTORES DE QUATRO ESTADOS CASTIGADOS PELA ESTIAGEM DESDE O INÍCIO DESTE ANO. SENADORES GAÚCHOS FIZERAM APELOS POR RECURSOS.

A Câmara dos Deputados já aprovou a medida provisória que libera 1 bilhão e 200 mil reais a agricultores familiares de quatro estados atingidos pela seca. A MP, que deve ser votada em breve no Senado, destina recursos ao programa Agropecuária Sustentável para compensar perdas devido à estiagem em Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Desde o início do ano, senadores do Rio Grande do Sul vêm cobrando providências do governo federal. Paulo Paim, do PT, ressaltou os prejuízos dos agricultores e a importância da agricultura familiar. A redução, nas lavouras, chegou a 50%; os animais estão morrendo por falta de água. É uma situação muito triste e grave. A perda econômica ultrapassa 27 bilhões.Os agricultores estão pedindo socorro. Eu chego a pedir que se baixe uma medida provisória com recursos necessários.

A agricultura familiar é fundamental para o desenvolvimento do nosso país, é a principal produtora dos alimentos que chegam à nossa mesa todos os dias. Outro senador gaúcho, Luís Carlos Heinze, do PP, buscou recursos em reuniões com os ministros da Casa Civil, Ciro Nogueira; da Economia, Paulo Guedes; e da Agricultura, Tereza Cristina. É uma questão muito séria.

No Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso do Sul há estiagem, perdas de mais de R$200 bilhões. O que nós precisamos é de recursos do crédito rural, que sejam liberados orçamentariamente pelo ministro Paulo Guedes para a ministra Tereza Cristina. Milhares de produtores desses estados estão aguardando essa definição. Os recursos da medida provisória vão atender produtores de municípios que decretaram emergência ou estado de calamidade nos quatro estados.

O governo federal vai conceder descontos de até 58 e meio por cento nas parcelas que venceram entre 1º de janeiro e 30 de junho de financiamentos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, o Pronaf. Da Rádio Senado, Janaína Araújo.

Related Articles

DEIXE UMA RESPOTA

Entre com seu comentário novamente
Por favor, entre com o seu nome aqui

spot_img

Últimas notícias